domingo, 20 de maio de 2012

à vista...

Sempre que me deparo com um castelo abandonado, dá-me vontade de conquitar, o castelo e a sua metropole. "Já agora vale a pena pensar nisso" PFP

quarta-feira, 16 de maio de 2012

AUTÁRQUICAS 2013 (I)



Em Beja, nas autárquicas 2013 prevê-se uma luta acérrima perante os [potências] candidatos que se estão a posicionar para encabeçar as listas dos partidos políticos à Capital do Burgo.

São várias as personalidades dos vários quadrantes políticos, por um lado, do lado do PS tudo indica que JPV encabeçara a lista a câmara municipal de Beja (crio que com o desejo de não ser reeleito atendendo à conjectura em que [encontrou] e possivelmente irá deixar o município, é muito pouco provável um outro candidato do PS à edilidade do Burgo.

Pelas bandas da rua da ancha, há muito que se trabalha com o intuito da “reconquista” como se de uma batalha se tratasse, quiçá a batalha dos 100 anos, mesmo assim seriam poucos anos para que tivessem tempo para crescer.

Mesmo assim, os nomes que se falam no Burgo, Narra ou Rocha, o Rocha “tem obra” diz-se, é Serpa é de facto, ou pelo menos deveria ser um exemplo a seguir. O Narra, num pequeno concelho quiçá embriagado pela paisagem circundante tem feito da pedra pó, e do pouco muito. É um facto.

Pelo CDS-PP, Dargand será, muito provavelmente, a escolha acertada, que promoverá o debate de ideias em prol da Cidade de Beja.

Para Beja, poderá ser requisitado o dinossauro de Almodôvar em ultimo mandato pelos lados de Almodôvar, este, António Sebastião, tem um factor a seu favor, a obra realizada, o equilíbrio financeiro (de boa saúde) a escolha da equipa para o auxiliar, sabe ouvir, sabe dizer não e sabe também o que é trabalho de formiguinha.
É bem provável que o BE não apresente candidatura própria à presidência da CMB, optando por apoiar uma candidatura independente que corre o risco de ganhar, ou se não ganhar, em caso de derrota do PS e do PCP pode saborear o sabor da vitória discreta.